24° Congresso Cearense de Cardiologia

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

GESTANTE COM CARDIOPATIA REUMÁTICA E HISTÓRICO DE TROCA VALVAR MITRAL POR PRÓTESE BIOLÓGICA: RELATO DE CASO

Resumo estruturado

Introdução: No Brasil, a doença reumática é a causa mais frequente de cardiopatia na gravidez, e quando consideradas todas as cardiopatias sua incidência é alta. O conhecimento acerca dessas modificações fisiológicas da gestação é fundamental para o entendimento e manejo das valvulopatias que possam surgir durante esse período. Objetivou-se descrever o relato de caso de uma gestante com cardiopatia reumática e histórico de troca valvar mitral por prótese biológica. Resultados e discussão: M.C.V.S, 29 anos, G2P0A1, IG: 36 semanas e 2 dias, acompanhada por cardiopatia reumática crônica com troca valvar mitral por prótese biológica em 24/08/16. Relata abortamento legal com dois meses, após quadro respiratório com descompensação cardíaca, para realização de cirurgia cardíaca. Na gestação atual fez tratamento prévio para infecção do trato urinário. Esquema vacinal completo para influenza e hepatite B. Paciente compareceu com queixa de corrimento esbranquiçado sem odor e sem prurido desde o inicio da gestação, negando dor em baixo ventre, sangramento vaginal e perda de líquido. Sumário de urina afirmou nitrito negativo, raras bactérias. Ultrassom obstétrica sem alterações. Peso: 71kg, PA: 100x70mmhg. Ao ecocardiograma paciente apresenta na valva mitral prótese biológica, com hastes estáveis. Mobilidade e dinâmica dos folhetos normais. Gradiente diastólico médio 6,5mmhg e funcionante, átrio direito com dimensões normais, ventrículo direito com dimensões e contratilidade normais, valva aórtica e valva pulmonar ambas com dinâmicas e morfologia normais, e pericárdio com aspecto normal. Medicações em uso: Noripurum 100mg/dia, penicilina benzatina 21/21 dias, furosemida 20mg/ 1 cp por dia. Após 18 dias paciente saiu de alta hospitalar, tendo sido realizada cesareana, sendo encaminhada para acompanhamento em ambulatório de cardiologia. Conclusão: Estudos como este servem de análise para a terapêutica e assistência prestada a essas pacientes gestantes com cardiopatia prévia, além de trazerem à luz a discussão sobre as condutas clínicas adotadas. Espera-se que esse estudo possa servir de subsídio para ampliar o conhecimento dos profissionais que atuam nessa área.

Palavras-chave (de 3 a 5)

Gestante; Cardiopatia reumática; Troca Valvar.

Área

Clínico

Autores

Ítalo Simão Do Nascimento, Milena Monte Da Silva, Maria Elisomar Da Cruz, Francisco Jefferson Souza, Elaine Braga Rodrigues De Lima, Rafael Melo Lopes, Lívia De Paulo Pereira, Luana Duarte Wanderley Cavalcante, Vanessa Da Frota Santos