24° Congresso Cearense de Cardiologia

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

ADESAO AO TRATAMENTO DOS PACIENTES PORTADORES DE HIPERTENSAO ARTERIAL SISTEMICA (HAS) NA ESTRATEGIA SAUDE DA FAMILIA (ESF) DA VILA DA BARCA EM BELÉM DO PARÁ. ¹

Resumo estruturado

INTRODUÇÃO: A Hipertensão Arterial (HA) é considerada uma doença de grande magnitude e qualificada como uma entidade clínica multifatorial, de natureza assintomática, conceituada como síndrome e caracterizada pela presença de níveis elevados de pressão arterial (PA), associados as alterações metabólicas e hormonais. Com o aumento na prevalência das doenças crônicas e de suas sequelas, os alvos da atenção à saúde passaram a ser questionados, sendo que cada vez mais os objetivos têm deixado de ser simplesmente a “cura” e passando a ser a “melhoria da qualidade de vida” das pessoas. Devido à severidade da doença e pelas possibilidades de agravamento, realizou-se um estudo sobre adesão ao tratamento dos portadores de HA, pois por adesão, entende-se o estabelecimento de uma atividade conjunta na qual o paciente não é um mero seguidor da orientação multiprofissional, mas aquele que reflete e toma decisões relativas a prescrição recomendada aos cuidados, à terapia não medicamentosa e medicamentosa e a sua própria conduta. É um processo dinâmico, multideterminado e de (cor)responsabilidade entre paciente e equipe de saúde. A pesquisa foi desenvolvida na Unidade Básica de Saúde da Vila da Barca em Belém/PA.

OBJETIVOS : Avaliar a adesão ao tratamento de pacientes com HAS na ESF da Vila da Barca, observar a frequência do acesso ao serviço de saúde dos portadores de hipertensão, e caracterizar o perfil sócio demográfico dos hipertensos cadastrados no território estudado.

METODOLOGIA: O presente trabalho trata-se de um projeto transversal, descritivo, retrospectivo.A amostra constituiu-se de pacientes aleatoriamente selecionados com base na pesquisa prévia aos prontuários disponibilizados nos quais constavam os critérios de inclusão, isto é, diagnóstico médico prévio de hipertensão arterial sistêmica, Em seguida, os pacientes foram entrevistados pelas duas pesquisadoras, no momento das visitas domiciliares. A entrevista seguiu um roteiro preestabelecido com perguntas abertas e fechadas sobre características, como os hábitos de vida e o tratamento para a hipertensão.
RESULTADOS: No presente estudo, 51,8% dos pacientes tinham PA controlada. No entanto, os valores da PA considerados neste estudo foram aqueles registrados no dia da visita domiciliar e podem não representar os valores reais, pois 14,8% dos pacientes referiram esquecer os horários corretos da medicação. observou-se que a principal dificuldade no tratamento da hipertensão relatada pelos entrevistados é e a dificuldade de mudar de hábitos alimentares por decisão própria (19,4%)

CONCLUSAO: As modificações no estilo de vida, isto é, a adoção de dieta hipossódica configurara-se como a principal dificuldade para a adesão ao tratamento para hipertensão proposto pela equipe de saúde.Nesse sentido, as orientações devem ser adequadamente registradas e feitas de forma clara e simples.

Palavras-chave (de 3 a 5)

ADESAO TRATAMENTO HIPERTENSAO

Área

Clínico

Autores

RAQUEL ELOI GUEDES, CENILDE DA COSTA ARAUJO, RICHARD FRANCO SILVA MORAES