30° Congresso Cearense de Oftalmologia

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

NEUROFTALMO X GLAUCOMA?

Objetivo

APRESENTAR UM CASO DE ISQUEMIA TALÂMICA LEVANDO A ALTERAÇÃO DE CAMPO VISUAL EM UM PACIENTE SUSPEITO DE GLAUCOMA, ALÉM DE FAZER UMA CORRELAÇÃO NEUROFTALMOLÓGICA DO ACOMETIMENTO ANATÔMICO E A REPERCUSSÃO PERIMÉTRICA.

Relato do Caso

PACIENTE MASCULINO, 75 ANOS, QUEIXA DE BAIXA ACUIDADE VISUAL EM OE (20/80) E OD(20/50), NA FUNDOSCOPIA FOI VISTO UM AUMENTO E ASSIMETRIA DE ESCAVAÇÃO: OD(O,7 X 0,7) E OE(O,8 X 0,8), PALIDEZ E SHUNTS VASCULARES EM OE, ASSOCIADO A MEMBRANA EPIRRETINIANA EM OLHO ESQUERDO. TONOMETRIA 12/17mmHg. GONIOSCOPIA ABERTO 360 GRAUS ATÉ ESPORÃO, PIGMENTAÇÃO 1+/4+. PAQUIMETRIA 511/480. PACIENTE FEZ RNM QUE EVIDENCIOU ISQUEMIA DO TÁLAMO ESQUERDO E LESAO DE QUADRANTOPSIA INFERIOR. A TOMOGRAFIA COERENCIA OPTICA EVIDENCIOU LESÃO DA CAMADA DE FIBRAS NERVOSAS DA RETINA EM AMBOS OS OLHOS. NO GPA DE ACOMPANHAMENTO NÃO FOI DEMONSTRADO PROGRESSÃO.

Conclusão

O SEGUINTE CASO TRATA PACIENTE SUSPEITO DE GLAUCOMA, COM ESCAVAÇÕES AUMENTADAS E OCT ALTERADO, APRESENTANDO CAMPOS VISUAIS ALTERADOS (PIE IN THE SKY) SECUNDÁRIO A LESÃO DE RADIAÇÕES ÒPTICAS. QUESTIONA-SE A NECESSIDADE DE TRATAMENTO HIPOTENSOR OCULAR.

Área

Oftalmologia

Autores

LUIS EDUARDO REIS AMARAL, ANDERSON COSTA MAIA, ALEXIS GALENO MATOS