V Congresso Cearense de Infectologia

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

ANÁLISE DAS PRESCRIÇÕES DE ANTIMICROBIANO DISPENSADAS PARA CRIANÇAS NUMA FARMÁCIA COMUNITÁRIA

Resumo estruturado

INTRODUÇÃO: Os antibióticos são uma classe de medicamentos utilizados como tratamento para infecções causadas por microrganismos. Em 9 de setembro de 2011, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) estabeleceu a RDC n° 20/2011, tornando obrigatório a retenção da receita e a escrituração eletrônica no Sistema Nacional de Gerenciamento de Produtos Controlados (SNGPC), buscando minimizar o uso indiscriminado e evitar o aumento da resistência bacteriana aos antibióticos. A escolha do antimicrobiano, a posologia correta, a duração de tratamento e as orientações quanto ao uso e importância da finalização do tratamento garantem o sucesso terapêutico. OBJETIVOS: Avaliar o perfil da dispensação de antimicrobiano na faixa etária pediátrica e possíveis interações com outros medicamentos prescritos em uma farmácia comunitária no município de Caucaia. METODOLOGIA: Estudo transversal, quantitativo, realizado em uma farmácia comunitária do município de Caucaia, a coleta de dados foram utilizadas receitas dispensadas no mês de agosto de 2018 e como critérios de inclusão foram selecionadas receitas com idade de pacientes da faixa 0-12 anos, critérios de exclusão as receitas que não se enquadrava nessa faixa etária. Para analisar os dados foi utilizado programa Excel. RESULTADO/DISCUSSÃO: Das receitas analisadas teve um total de 111 prescrições, dessa 21,62% representa a faixa etária de 0-12 anos. Em relação à idade o percentual foi de 0-3 anos (66,7%); 4-7 (25%) e 8-12 (8,3%). Diante da análise das prescrições foi possível observar que a faixa etária de 0-3 anos de idade foi a que prevaleceu na pesquisa. No estudo Rodrigues et al. (2017) a faixa etária que prevaleceu foi 0-4 anos com 73,4%. Em relação ao gênero a maioria 66,7% (16) pertence ao sexo masculino. Comparando com o mesmo estudo também prevaleceu do sexo masculino 61,7%. Dos antibióticos mais prescritos foram da classe dos macrolídeos com 20% sendo a Azitromicina mais prescrita, seguida pela penicilina 16% e Cefalosporina 16%. Resultado diferente apresentado do estudo de Rodrigues et al. (2017) que foi mais prescrito Trimetoprima + Sulfametoxazol (16,7%), Amoxicilina + associação (15,0%) e Azitromicina 15%. Não houve interação medicamentos dos antibióticos analisados com outras classes de medicamento. Foram avaliados a posologia e o tempo de tratamento dos medicamentos, tendo os macrolídeos sendo mais o utilizado com um tratamento de sete dias, diante da bula do medicamento deve ser usado por 3 a 5 dias, mas pode ser alterado de acordo com o caso clinico da criança e o médico escolherá o melhor tratamento. Já as Penicilinas tem como exemplo Amoxicilina sendo utilizadas por 7 dias em 8 em 8 horas e sua posologia se encontra dentro das condições da ANVISA, sendo determinada pela idade e peso.

Palavras-chave (máximo 3)

Prescrição. Crianças. Antibióticos.

Área

Infecções relacionadas à assistência da saúde / Resistência microbiana

Autores

Jaína Moreira de Aguiar, Jamille Lohanna Moreira de Aguiar, Susenita Saraiva da Silva, Aline Frota Reis