V Congresso Cearense de Infectologia

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

PREVENÇAO DO TRACOMA EM ESCOLARES INTEGRANDO AÇOES ENTRE OS ACADEMICOS DOS CURSOS DE GRADUAÇAO DA SAUDE E AGENTES DE COMBATE AS ENDEMIAS

Resumo estruturado

INTRODUÇÃO: A palavra tracoma (do Grego Tráchomas) significa rugoso, áspero ou edemaciado, descrevendo a aparência da conjuntiva tarsal acometida. O tracoma é uma ceratoconjuntivite bacteriana crônica e recidivante causada pela Chlamydia trachomatis (sorotipos A, B, Ba e C) de vida obrigatoriamente intracelular que costuma afetar crianças desde os primeiros meses de vida; acarreta de forma lenta: cicatrização conjuntival, entrópio, triquíase, e a capacidade corneana, olho seco e cegueira no adulto. Geralmente sua transmissão ocorre dentro do ambiente doméstico, de forma direta (olho para olho ou mãos contaminadas) ou indireta (vestuários e proliferação de moscas). A ocorrência do tracoma no mundo atualmente restringe-se quase que exclusivamente às populações dos países subdesenvolvidos e dentro deles, às populações rurais e às pobres, marginalizadas dos benefícios do desenvolvimento socioeconômico. OBJETIVO: Descrever uma intervenção do Programa Saúde na Escola com alunos e os agentes de endemias para prevenção do tracoma e detecção de casos. METODOLOGIA: Trata-se de um relato de experiência demandado a partir de uma disciplina de Parasitologia do Curso de Graduação em Enfermagem pelos alunos do Centro Universitário Inta (UNINTA) do município de Sobral-Ce, contando com a participação de uma escola de nível fundamental, com 90 alunos na faixa etária de 7 aos 14 anos, no dia 26 de abril de 2018. Tiveram também auxílio de dois agentes de combate às endemias do município. Para a intervenção foi utilizado o uso de slides, vídeos, panfletos educativos, verificações físicas do globo ocular dos escolares e questionários sobre o assunto. Após um debate de opiniões e dúvidas sobre a temática, ocorreu a entrega de lembretes(cartões) sobre o modo de prevenção para todos. RESULTADOS E DISCUSSÕES: Ao analisar sistematicamente as orientações que foram repassadas, percebeu-se um certo estranhamento em relação a parasitose , porém após a abordagem de forma dinâmica e com linguagem acessível aos mesmos, o tema em estudo tornou-se simples e de fácil absorção e aprendizado para os escolares, comprovando que a educação em saúde, realizada anualmente com essa proposta pelo PSE é uma ferramenta de promoção e prevenção bastante efetiva e resolutiva. Pôde se observar que as medidas de prevenção é algo rotineiro e simples que a população pode estar minimizando números da parasitose em questão, apenas com as orientações repassadas pelos agentes de endemias e acadêmicos que integraram com o processo de aprendizagem. A partir da atividade realizada, notou-se que o conhecimento das parasitoses e a vivência prática nesse segmento é de extrema importância para a academia, escola e profissionais, visando a prevenção e promoção da saúde.

Palavras-chave (máximo 3)

Assistência; tracoma; Prevenção

Área

Infecções bacterianas e micobacterianas

Autores

Francisca Geisa Silva Martiniano, Karine Lousada Muniz, Artur Keyler Teixeira Santos, Francisca Djane Souza Mesquita, José Reginaldo Pinto