IX Congresso Brasileiro e VII Congresso Internacional da Sociedade Nacional de Fisioterapia Esportiva e da Atividade Física

Página Inicial » Inscrições Científicas » Trabalhos

Dados do Trabalho


Título

Pubalgia e a Atuação Fisioterapêutica em Atletas: Revisão Sistemática

Resumo (máximo 3000 caracteres com espaço)

INTRODUÇÃO: A pubalgia em atletas está relacionada a alterações estruturais da sínfise púbica ou aos tecidos de partes moles adjacentes e são, em geral, secundárias a mecanismos de estresse na porção anterior do púbis e por causa do desequilíbrio mecânico de forças que cruzam a articulação pubiana. É caracterizada por dor e inflamação local, tem tratamento difícil e prolongado, o que torna fundamental o conhecimento da sua fisiopatologia. OBJETIVO: Analisar a atuação do fisioterapeuta em atletas com pubalgia. METODOLOGIA: Trata-se de uma revisão sistemática de literatura, com a utilização das bases de dados eletrônicas de periódicos indexados: National Library of Medicine (MEDLINE – Pubmed), Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS) e a base Scientific Electronic Library Online (SciELO), período de março a maio de 2019, conforme critérios pré-estabelecidos. RESULTADOS: Avaliou-se com o presente estudo quatro artigos relevantes para a pesquisa. As intervenções fisioterapêuticas em atletas com pubalgia que tiveram maior destaque foram os recursos eletrotermofototerápicos e de terapia manual com o objetivo de promover analgesia e exercícios de alongamento, flexibilidade dinâmica, exercícios de estabilização de abdutores e extensores de quadril, estabilização segmentar vertebral e exercícios pliométricos e proprioceptivos a fim de promover o aumento da ADM e o equilíbrio de forças a nível do quadril. Os exercícios devem ser desafiadores e seguros nos diversos planos de movimentos e devem incorporar uma abordagem multissensorial, iniciar em superfícies estáveis com apoio bilateral e evoluir para superfícies instáveis com apoio unilateral e para exercícios funcionais. CONCLUSÃO: Pôde-se constatar por esta revisão que os estudos demonstraram a eficácia da intervenção fisioterapêutica na melhora dos sintomas decorrentes da pubalgia, porém não há um consenso quanto aos parâmetros de aplicação, como dose, intensidade e duração de cada tipo de intervenção.




Palavras-chave (máximo 3)

Fisioterapia. Sínfise Púbica. Esporte.

Área

Retorno ao Esporte

Autores

Juliana Maria de Freitas, Eunália de Freitas Rodrigues, Thaelly Linhares Aragão Coelho, Fracimara Magalhães de Oliveira, Jacyara Lopes Cavalcanti, Kedmo Tadeu Nunes Lira